sábado, 29 de novembro de 2008

Projeto Dharma sem H

video

REUNIÃO NO TEMPLO ZULAI
27/11/2008

"A prática budista deve formar e ajudar as pessoas a se ajudarem, a redescobrirem valores abafados pelos equívocos dos descaminhos e da modernidade. Qual a melhor linhagem? Não há a melhor, mas aquela em que mais se identifica cada um e interage em seu interior, aclimatada no espaço presente. Nessa abordagem, o Budismo brasileiro, como um todo, deve ter a autenticidade de assumir a sua cara, em parâmetros acertados." 
(FMV, Professor, in Reflexões e Metas, no Darma)

Estimado Idealizador do Projeto Darmapédia,

Estimados Monges, Estimados Professores,

Saudações no Darma.

Adiantamo-nos com algumas sugestões:

1. (...)

2. Pessoalmente, para o que se pretende, não temos a motivação do academicismo por si mesmo. Vemos o Projeto Darmapédia como meio de se propagar o Darma no Brasil e, eventualmente, aos demais países da Comunidade de Língua Portuguesa. O que nos entusiasmaria não seria focarmos a mente humana, apenas. Implicando o trabalho intelectual não como fim. O Projeto, em nosso sentir, deve buscar falar ao coração dos homens. Só assim ganhará universalidade, não restrito a um grupo seleto de interessados e experts em línguas, estudos comparativos, etimológicos, semânticos etc.

3. O meios de comunicação virtual, que facilmente todos podem ter, possibilita a comunicação simultânea e as reuniões por "teleconferências", superando a geografia e a necessidade da presença física...

4. Para não ser um trabalho sectário, dever-se-ia primar pelo Budismo ecumênico, tanto quanto possível, não se elegendo um segmento em detrimento dos demais. O propósito seria somar e não dividir. Salvo melhor juízo, é o que estamos vislumbrando, o Darma do Buda, a Sanga do Buda, do Buda cósmico, do Buda universal.

5. Havendo aceitação e interesse, inclusive do Templo Zulai / ULB, poder-se-ia trabalhar uma Enciclopédia do Darma, com publicação anual, volume por volume, um por ano...

Ao dispor permanecemos, felizes por encontrá-los!

Flávio Marcondes Velloso, escritor, professor, membro da União Brasileira de Escritores, do Instituto Pimenta Bueno da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, da Associação de Direito e Economia Europeia da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, fundador do Partido Budista Brasileiro, uma referência moral, virtual, autor de "Direito de Ingerência por Razões Humanitárias em Regiões de Conflito", "Tribunal Internacional de Justiça. Caminho para uma Nova Comunidade", dentre outros. Blog http://fmarcondesvelloso.blogspot.com . Endereço eletrônico fmvprofessor@gmail.com .